Buscar

SCORE TURBO- CONHECE ESSA NOVA FERRAMENTA DA SERASA?

O nome negativado é um problema que atinge milhares de brasileiros. Com a crise do covid-19, e o aumento do desemprego, é provável que aumente ainda mais a quantidade de consumidores que terão seus nomes negativados, por não conseguirem quitar suas dívidas.

Mas, nem tudo está perdido.

A Serasa lançou a opção SCORE TURBO, que é uma ferramenta que aumenta o score do consumidor que tenha alguma dívida e faça um acordo para pagamento, tendo como consequência o aumento do seu score diante da Serasa.

O score mede a probabilidade de um consumidor pagar suas contas em dia, e é consultado por empresas, bancos, lojas, comércios e etc, para fornecer crédito ao consumidor.

Quanto mais próximo de 1.000 (mil) a pontuação, mais o consumidor é considerado um bom pagador e com alta probabilidade de quitar suas contas em dia, tendo maior chance de conseguir crédito.

No entanto, quanto mais próximo de 0 (zero), menor é a probabilidade do consumidor conseguir honrar suas contas em dia, e assim, dificulta em muito suas chances de obter crédito.

Porém, para quem tem alguma dívida em aberto, a Serasa por meio do SCORE TURBO, facilita o acordo para pagamento desta dívida, podendo haver descontos de até 90% para o consumidor efetivar o pagamento.

Utilizando-se da ferramenta SCORE TURBO para negociar suas dívidas, e fazendo o pagamento, a Serasa oferece a opção de aumentar a pontuação do seu score, o que facilita a obtenção de crédito no futuro.

Cabe ressaltar que o aumento do score só acontece mediante o efetivo pagamento do acordo.

Para quem quiser utilizar a ferramenta, aproveite a oportunidade, e aumente seu score.

Consulte: https://www.serasa.com.br/score/turbo/

Por Letícia de Sousa Cruz




71 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Covid 19 é acidente de trabalho? Se esta moda pega!!!

Justiça do Trabalho reconhece morte por Covid-19 como acidente de trabalho - indenização será de R$ 200 mil A Justiça do Trabalho mineira reconheceu como acidente de trabalho a morte por Covid-19 do